quinta-feira, Janeiro 29, 2009

Lendas

clip_image002

Pesquisando sobre a origem do topónimo Freixo de Espada à Cinta, encontrei algumas lendas curiosas. Aqui vai uma delas.

Há muitos, muitos anos, na época em que os árabes tentavam conquistar a Península Ibérica, um nobre godo, de seu nome Espadacinta, cansado de pelejar, pendurou a sua espada num enorme freixo e à sua sombra deitou-se a descansar. Mais tarde, ali, nas margens do Douro, começou a formar-se uma povoação que tomou o nome de Freixo de Espadacinta.

Mais uma lenda de Serpa

clip_image004

De certeza que já repararam que Serpa, no seu brasão, ostenta uma serpente alada. Ora reza a história que, há muitos, muitos anos, tudo o que é hoje a cidade de Serpa era uma vasta charneca, domínio de uma enorme serpente alada, que vivia nas margens do Rio Ana, hoje denominado de Guadiana. Sempre que Serpa se encontrava em perigo, e muitas foram as alturas em que tal aconteceu, lá vinha a serpente, deitando fogo pelas ventas defender as suas terras. Serpa foi-se desenvolvendo mas consta que a serpente ainda continua escondida, pronta a surgir se for necessário…

I.L.

Sem comentários: